Notícias

Falência! Concorrência com Casas Bahia levou uma grande loja de móveis à ruína


Competição acirrada leva ao fechamento de uma das maiores lojas de móveis do país (Foto: Reprodução/Internet)

Descubra a história por trás do triste fim de uma das maiores lojas de móveis, que não conseguiu resistir à concorrência com Casas Bahia e sofreu falência

O setor de varejo de móveis no Brasil é conhecido por sua intensa competição e vasta gama de opções, com gigantes como Casas Bahia e Magazine Luiza dominando o cenário. Entre esses titãs, a Kolumbus Móveis outrora figurou como uma das principais varejistas do país, especialmente em São Paulo. No entanto, sua trajetória não resistiu ao avanço implacável da concorrência, levando ao seu inevitável fechamento e falência.

+ Conheça os 5 perfumes da O Boticário feitos para mulheres decididas e poderosas

Ascensão e queda de uma potência do varejo

A Kolumbus Móveis, fundada nas últimas décadas do século XX, cresceu rapidamente, expandindo sua presença para mais de 50 lojas em todo o Brasil. Na época, a empresa era celebrada como a terceira maior revendedora de móveis do país, destacando-se por sua vasta seleção de produtos de qualidade e atendimento ao cliente.

+ Transforme seu visual! 3 cortes de cabelo curtos que afinam o rosto na hora

Concorrência acirrada leva à falência

O mercado de varejo de móveis, contudo, é notório por sua competitividade feroz. A Kolumbus, apesar de seu tamanho e popularidade, começou a enfrentar desafios significativos, principalmente de rivais consolidados como Casas Bahia e Marabraz. Essa pressão intensificou-se ao longo dos anos, exacerbada por uma estratégia empresarial possivelmente menos adaptativa às mudanças do mercado.

Veja também

O fechamento da Kolumbus Móveis

Em 2007, a situação alcançou um ponto crítico. A Kolumbus Móveis viu-se obrigada a vender parte de suas operações para o fundo de investimentos Safibel, numa tentativa de salvar o negócio. Infelizmente, as medidas foram insuficientes. A empresa encerrou suas atividades com uma dívida estimada em R$ 30 milhões e mais de 900 funcionários foram demitidos, um golpe devastador tanto para a economia local quanto para o setor.

Competição acirrada leva ao fechamento de uma das maiores lojas de móveis do país
Competição acirrada leva ao fechamento de uma das maiores lojas de móveis do país (Foto: Reprodução/Internet)

Impacto no mercado

Vale ressaltar que a história da Kolumbus Móveis serve como um lembrete crítico para o setor varejista. Em um ambiente tão competitivo, a adaptação e inovação contínuas são cruciais para a sobrevivência.

A empresa, embora bem-sucedida inicialmente, não conseguiu manter o ritmo com as mudanças rápidas no comportamento do consumidor e nas estratégias de marketing digital que marcas como Magazine Luiza e Casas Bahia adotaram com sucesso.

Loja de móveis renomada sucumbe diante da rivalidade com Casas Bahia
Loja de móveis renomada sucumbe diante da rivalidade com Casas Bahia

Maiores varejistas do Brasil hoje

Para perspectiva, eis algumas das maiores varejistas do Brasil atualmente, segundo o ranking de faturamento:

  • Grupo Carrefour Brasil: R$ 108 bilhões;
  • Assaí: R$ 59,7 bilhões;
  • Magazine Luiza: R$ 44,7 bilhões;
  • Via: R$ 39 bilhões;
  • Americanas: R$ 34,4 bilhões;
  • Raia Drogasil: R$ 30,9 bilhões;
  • Grupo Boticário: R$ 23,6 bilhões;
  • Natura&Co: R$ 20,7 bilhões.

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo Aaron Tura Tv

Aaron Tura

💬 Jornalista | Colunista @ATardeESua @TVFOCOoficial @oficialSUPERPOP

@aarontura

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Redator do Aaron Tura TV. Especialista em redação sobre benefícios sociais, finanças e direitos do trabalhador. Escrevo sobre notícias há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.