Diretas

Fusão com gigante frustrada e falência: Adeus de varejista rival da Casas Bahia após 30 anos


Falência de rival das Casas Bahia (Foto: Reprodução / Canva / Montagem AaronTuraTV)

Varejista gigante decretou falência

O ano de 2016 foi marcado com a falência de uma gigante varejista, rival da Casas Bahia e fortíssima no setor de eletrodomésticos e itens para o lar.

Mesmo realizando uma fusão com uma gigante, a varejista não conseguiu reverter uma crise financeira e teve que fechar as suas lojas, dando adeus após 30 anos.

SAIBA MAIS! Grande vitória: Devolução de Valores pelo Banco do Brasil vai beneficiar IDOSOS de 60 anos pra cima

Estamos falando da varejista Insinuante, fundada ainda no inicio da década de 80, na região do Largo do Pelourinho (BA) e que permaneceu no mercado por 30 anos.

De acordo com informações do portal TMA, na época, os estoques da varejistas começaram a ser esvaziados e suas atividades encerradas de forma gradual.

Veja também

A Insinuante era líder absoluta do varejo de eletrodomésticos no Nordeste e foi uma das pioneiras no Brasil e a primeira da região a investir no conceito de megaloja (megastore), com áreas gigantescas que vendem de tudo um pouco desde artigos de informática, decoração e até móveis.

No dia 29 de março de 2010, a rede varejista anunciou a fusão de suas operações com a Ricardo Eletro, de Minas Gerais, formando uma varejista com aproximadamente 528 lojas no Brasil.

A Insinuante possuía 5 centros de distribuição. O modelo de negócios da Máquina de Vendas previa a manutenção de ambas as bandeiras por acreditar que o forte da atuação era a marca, que atendia as demandas e expectativas regionais de seus clientes.

Insinuante teve a falência decretada (Foto: Reprodução / Google Maps)
Insinuante teve a falência decretada (Foto: Reprodução / Google Maps)

O setor de atuação começou a decair e as dívidas multiplicaram a ponto da Insinuante começar a dar indícios que decretaria falência, o que de fato ocorreu com os fechamentos em massa de suas principais lojas.

No dia 11 de abril de 2016, foi anunciado que a marca Insinuante deixaria de existir, após várias dívidas e até falta de pagamento dos funcionários.

É que mais de mil colaboradores da Insinuante e da Ricardo Eletro destacaram que não tinham recebido vale alimentação, de 2010 a 2013. No dia 22 de agosto, a 28ª Vara do Trabalho de Salvador determinou o pagamento revisto e reajustado aos funcionários e ex-funcionários.

Varejistas Ricardo Eletro e Insinuante (Foto: Reprodução / Google Maps)
Varejistas Ricardo Eletro e Insinuante (Foto: Reprodução / Google Maps)

COMO ESTÁ A SITUAÇÃO DA RICARDO ELETRO, RIVAL DA CASAS BAHIA ATUALMENTE?

Segundo informações da revista Veja, em abril de 2023, a varejista Ricardo Eletro, passou a se reerguer com um novo nome, a Nossa Eletro.

As duas primeiras unidades da nova bandeira foram inauguradas em 2023 na região de Minas Gerais, após a companhia conseguir reverter sua falência na Justiça.

O intuito era que até o fim do ano passado fossem inauguradas entre 18 e 20 unidades, chegando à marca de 50 lojas agora em 2024.

Atualmente, são cerca de 100 colaboradores e segundo o CEO da empresa, Pedro Bianchi, essa expansão da nova rede será suportada pelo desbloqueio de valores que haviam sido penhorados pela Justiça e por meio da venda de ativos.

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo Aaron Tura Tv

Aaron Tura

💬 Jornalista | Colunista @ATardeESua @TVFOCOoficial @oficialSUPERPOP

@aarontura

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Paulistano com alma de carioca, sou formado em Jornalismo e pós-graduando em Marketing. Sou completamente apaixonado por comunicação. Escrever sobre atualidades, televisão e seus bastidores é a minha realização profissional, que faço com clareza, leveza, seriedade, humor e muito amor. Faço parte da equipe do Aaron Tura TV desde fevereiro de 2022, deixando os leitores atualizados sobre notícias relevantes, que são capazes de transformar a vida de nossos leitores!