Famoso diretor da Globo foi detonado por veterano após onda de demissões: “Um pangaré”


Ali Kamel foi detonado por ex-diretor da Globo (Foto: Reprodução)
Ali Kamel foi detonado por ex-diretor da Globo (Foto: Reprodução)

Tonico Duarte, ex-editor da casa, fez fortes críticas a Ali Kamel, diretor de jornalismo da Globo 

Tonico Duarte foi funcionário da Globo durante anos e, em 2021, no momento em que o canal realizou demissões em massa de jornalistas veteranos da casa para cortar gastos, Duarte prontamente se posicionou contra o diretor de jornalismo da emissora Ali Kamel. “Ele não sabe escrever”, disse Tonico que ainda chamou o profissional de “pangaré”. 

+ Alan Severiano toma a mesma atitude no Jornal Hoje que Bonner no Jornal Nacional: “A gente sabe”

Dentre os veteranos demitidos pela emissora da capital fluminense estavam Renato Machado e Francisco José. O ex-funcionário da Globo então compartilhou matéria do site Notícias da TV que tratava especificamente destas demissões em seu perfil pessoal do Facebook. Tonico também criticou os textos em homenagem aos demitidos pelos anos de serviço prestados. 

“As melodramáticas cartas de despedida do Ali Kamel. Como ele não sabe escrever, elas soam como os bolerões cafonas de Carlos Alberto ou Lindomar Castilho. Poderia resumir a coisa pra: ‘Tio, está com muito cabelo branco, chegou a hora de comprar um sítio e criar galinhas'”, começou Tonico. 

+ Bianca Andrade, a Boca Rosa, e Gabi Prado saem no tapa e vídeo mostra suposta briga em festa

“Trabalhei com Gaspar, Zé Hamilton, Chico José, Isabela e Renatão, entre outros. São todos puros-sangues da profissão. Quem os rifa, um pangaré”, prosseguiu Duarte, em referência a Alberto Gaspar, José Hamilton Ribeiro e Isabela Assumpção- profissionais de longa data da casa que também foram mandados embora. 

Reação de Isabela e Carreira de Tonico 

A jornalista citada no texto do ex-editor da Globo, inclusive, comentou na publicação não ter recebido carta de homenagem do diretor. “Nem poderia! Afinal, nesses anos todos, todas as vezes que nos encontramos, em SP ou no Rio, ele sequer me deu um oi. Seguiu em frente, com o olhar perdido no deserto, sem me olhar. Acho que esperava que eu me prostrasse aos pés dele, dizendo ‘Alá seja louvado!’. Mas eu não fiz não! Então, sem olá nem adeus! Melhor assim, mais verdadeiro, de ambas as partes”, disse Isabela. 

Em resposta, Tonico disse também não ter recebido a tal carta no momento em que deixou a emissora. “Ainda bem, porque escrever não é o forte do amigo. Um especialista em, ao cruzar com você, enfiar a cara no telefone pra fingir que estava decidindo como a TV Globo ia cobrir a Terceira Guerra Mundial. Hábito, aliás, copiado por uma chefa que a patuleia chamava de dona Água: incolor, inodora e insípida.”, comentou. 

Tonico Duarte trabalhou 40 anos na emissora carioca. Foi um dos responsáveis por montar o departamento de Esportes da Globo na cidade de São Paulo e, nos últimos anos de casa, cuidou da coluna do jornalista Nelson Motta no Jornal da Globo. Ao deixar a casa no final de 2019, Tonico foi curto e grosso: “Comunico aos amigos que o olho da rua piscou pra mim hoje, depois de 40 anos de TV Globo”. 

Diretor detona após onda de demissões (Foto: Reprodução)

 

Autor(a):

Escrevo sobre notícias da TV e das celebridades há muitos anos com passagens, inclusive, por outros portais como TV Foco. Meu objetivo é informar com precisão e clareza.