Notícias

Hoje: Orçamento de 2024 é OFICIAL atingindo diretamente o Bolsa Família; saiba o que vai acontecer


Luiz Inácio Lula da Silva, Presidente do Brasil (Imagem Reprodução Internet)

O Governo Federal concluiu o mês de agosto apresentando a proposta de orçamento para o ano de 2024 ao Congresso Nacional, abordando aspectos cruciais como o salário-mínimo, ajustes para funcionários públicos e o programa Bolsa Família.

A aprovação do orçamento para o próximo ano é um requisito para o encerramento do ano legislativo, permitindo que parlamentares entrem em recesso. Isso também estabelece a quantia a ser destinada a benefícios, como o renomado Bolsa Família.

Se a aprovação não ocorrer até dezembro, o governo deverá liberar 1/12 do orçamento anual a cada mês. A alocação do orçamento completo ocorre somente após a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No que diz respeito ao Bolsa Família, o Executivo não propôs aumentos salariais na proposta orçamentária. O Ministério do Planejamento assegurou que a ausência de reajuste não reflete uma falta de consideração com o programa como prioridade. Em março deste ano, quando relançou o Bolsa Família em um novo formato, Lula afirmou sua intenção de corrigir anualmente o valor do benefício, seguindo um processo similar ao aplicado ao salário mínimo nacional.

Chega ao Flamengo notícia de última hora sobre Éverton Ribeiro

Veja também

Bolsa Família está no orçamento 2024

CPF irregular pode cancelar o pagamento do Bolsa Família (Imagem Reprodução Internet)
CPF irregular pode cancelar o pagamento do Bolsa Família (Imagem Reprodução Internet)

O projeto de lei nº 585/23 propõe a atualização anual dos montantes pagos por meio do Bolsa Família. O texto está sob análise na Câmara dos Deputados e pode abranger qualquer transferência de renda que possa substituir o benefício atual no futuro.

Conforme a proposta, os benefícios concedidos pelo governo central deverão ser ajustados anualmente de acordo com a inflação acumulada nos 12 meses precedentes. Além disso, caso o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no ano imediatamente anterior tenha sido positivo, poderá haver um aumento real, equivalente à taxa de expansão econômica.

A correção baseada na inflação considerará o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou o Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), prevalecendo a maior variação acumulada no período entre os dois índices.

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo Aaron Tura Tv

Aaron Tura

💬 Jornalista | Colunista @ATardeESua @TVFOCOoficial @oficialSUPERPOP

@aarontura

SEGUIR AGORA

Olá, sou um jornalista freelancer apaixonado por contar histórias e transmitir informações de forma clara e objetiva. Com vasta experiência em diversas áreas, desde esportes até tecnologia e cultura, busco sempre trazer um olhar único e envolvente aos meus trabalhos. Minha versatilidade e comprometimento com a qualidade jornalística me permitem entregar conteúdos que atendam às necessidades do site de maneira ágil e precisa.