Diretas

MARTELO BATIDO HOJE (02/06): Novas regras do PIX são confirmadas e caem como uma bomba em 2024


PIX terá mudanças em 2024 (Foto: Reprodução / Tecnoblog)

Banco Central emite comunicado importante para quem usa o PIX

O Banco Central criou o PIX em 2020, e esse método de pagamento se tornou muito utilizado, pela praticidade e em regras gerais pela ausência de taxas pela transferência.

Em poucos anos, o PIX de fato se tornou o principal meio de transferências e pagamentos utilizado pela população, deixando os outros meios antigos, como DOC (que acabou sendo descontinuado), TED, boleto e até os cartões para trás.

SAIBA MAIS! Grande vitória: Devolução de Valores pelo Banco do Brasil vai beneficiar IDOSOS de 60 anos pra cima

Ocorre que o recente anúncio do Banco Central sobre as regras operacionais do Pix Automático promete mudar a forma como os pagamentos recorrentes são processados ​​no Brasil.

Desse modo, esse novo método de transferência e pagamentos possibilitará o gerenciamento automatizado e simplificado de contas de serviços públicos, assinaturas e outras despesas mensais, trazendo maior conforto para o dia a dia dos brasileiros.

Veja também

De acordo com o Banco Central, a adoção do sistema Pix Automático será obrigatória para os participantes a partir de 28 de outubro de 2024. Sendo assim, os bancos que descumprirem essa obrigação sofrerão penalidades, mostrando a importância dessa nova funcionalidade no sistema financeiro brasileiro.

Outro assunto polêmico de acordo com informações do portal Seu Crédito Digital, se trata de uma possível taxação de tarifas em transferências via PIX. Porém, até o momento, ainda não há nenhuma certeza sobre como essa taxação funcionará.

Pix automático permite compras parceladas (Imagem Reprodução Internet)
PIX Automático (Foto: Reprodução / Canva)

A resolução n° 19 de 2020 do Banco Central, válida desde o lançamento do novo meio de pagamentos, tem regras que permite a cobrança de tarifas em situações específicas, que variam conforme a instituição financeira, podendo ir de 0,99% a 1,45% do valor da transação. Essas taxações podem acontecer quando:

  • Houver transferências via QR Code estático ou dinâmico;
  • Realizar transferências após o 31º Pix;
  • Receber valores de uma conta comercial;

Porém, segundo o próprio presidente do Banco Central, até o momento, não haverá nenhuma taxação nas transações via PIX para pessoas físicas.

Pix automático permite compras parceladas para os brasileiros (Imagem Reprodução Internet)
PIX é um meio de pagamento bastante utilizado pelos brasileiros (Foto: Reprodução / Canva)

HÁ UMA IDADE MÍNIMA PARA UTILIZAR O PIX?

Esse meio de pagamento não estabelece restrições etárias para realizar o pagamento instantâneo, portanto qualquer pessoa que tenha uma conta bancária ou de pagamento, pode utilizá-lo.

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo Aaron Tura Tv

Aaron Tura

💬 Jornalista | Colunista @ATardeESua @TVFOCOoficial @oficialSUPERPOP

@aarontura

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Paulistano com alma de carioca, sou formado em Jornalismo e pós-graduando em Marketing. Sou completamente apaixonado por comunicação. Escrever sobre atualidades, televisão e seus bastidores é a minha realização profissional, que faço com clareza, leveza, seriedade, humor e muito amor. Faço parte da equipe do Aaron Tura TV desde fevereiro de 2022, deixando os leitores atualizados sobre notícias relevantes, que são capazes de transformar a vida de nossos leitores!